(31) 2564-6580

Terça, 14 Outubro 2014 00:00

Manutenção preventiva: uma peça-chave

Avalie este item
(0 votos)

Fazer a manutenção do seu veículo antes mesmo que ele apresente algum problema é garantia de segurança, economia e conforto. É preciso muita seriedade e eficiência quando o assunto é mecânica, pois são os detalhes que fazem a diferença. Para isso, é preciso utilizar uma ferramenta muito comentada, mas pouco utilizada: a manutenção preventiva.
Por isso separamos algumas dicas simples, mas que podem evitar surpresas desagradáveis.

 

Antecipar o que poderia acontecer gera um gasto menor e maior tempo disponível do conjunto. Do contrário, será necessário utilizar manutenção corretiva, com custos maiores e, o pior, sem a previsão no orçamento. Sem contar que a corretiva, na maioria das vezes, tem que ser feita durante o percurso, atrasando o prazo de entrega da carga.

 

Manutenção preventiva não significa apenas substituir óleos e filtros. Reapertos, regulagens em geral, verificações de pneus, do conjunto reboque, enfim, o conjunto completo deve fazer parte de uma inspeção periódica. Muitos modelos de caminhões ainda possuem regulagem de freios e essa não pode ser esquecida.

 

Para se ter uma ideia, uma simples regulagem pode representar uma redução do desgaste de lona de freio. Essa redução de desgaste provoca melhoria da eficiência, que gera redução no risco de acidentes durante o percurso e, consequentemente, garantia de entrega da carga transportada com agilidade e segurança.

 

Um terminal de direção com folga pode causar um desgaste prematuro dos pneus, o que aumenta a resistência ao rolamento, provocando maior consumo de combustível. Uma regulagem de válvulas e unidades pode influenciar diretamente no rendimento do motor e no aumento do consumo de combustível, óleo lubrificante e aumento da emissão de gases poluentes pelo escape.

 

Outra dica simples é sempre dar importância às indicações do fabricante. Seguir as especificações pode contribuir muito no desempenho do caminhão e na durabilidade de todos os componentes. Deve-se dar atenção especial quanto à substituição de peças. Utilize sempre peças originais, principalmente as de controle, como sensores, válvulas, filtros, bicos injetores, unidades injetoras, entre outros.

 

Fonte: Tortuga Câmaras de ar

 

Lido 1430 vezes
Mais nesta categoria: Programa Caminhão 100% »

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.